Prefeitura de SP bate na mesma tecla para solucionar poluição

Por meio de um Decreto chamado Plano de Controle de Poluição Veicular (PCPV) publicado no Diário Oficial de ontem, Prefeitura de São Paulo bate na mesma tecla da fluidez dos transportes motorizados.

O documento tem dados interessantíssimos. E a pauta de suma importância: reduzir a poluição sonora e atmosférica de São Paulo com base naquilo que mais causa ruído e doenças respiratórias – o transporte motorizado. Inicialmente a ideia parece incrível, mas quando se lê quais são as propostas, que tristeza…

Lógica óbvia de eficiência energética em transporte

 

Parece que a Prefeitura de São Paulo bate na mesma tecla quando se fala em estratégia para reduzir a poluição de São Paulo. Algumas soluções “inteligentes” que surgiram:

– Planejamento do uso do solo e adoção de técnicas modernas e sistemas inteligentes para o gerenciamento do tráfego de veículos e fluidez do trânsito: Esse nome bonito dado a uma das estratégias se resume a sincronização de semáforos, câmeras e radares e fluidez do tráfego. A visão do planejador paulistano é de que estes fatores irão fazer com que a fluidez de tráfego aumente e, portanto, se reduzirá a poluição veicular. #FAIL

Programa de Restrição ao Trânsito de Veículos Automotores no Município de São Paulo: Esta estratégia foi, provavelmente, o que me chamou a atenção para ler o Diário Oficial. No DESTAK de hoje apareceu uma notícia falando deste plano (PCPV) e dizia que haveria restrição veicular em algumas zonas para evitar poluição sonora e atmosférica. Na hora achei a proposta inovadora e me recordou das Low Emission Zones, programa de Zonas de Baixa Emissão na cidade de Berlin, Alemanha. Quando fui ler no Diário Oficial, ficou mais claro e ridículo. Este tal “programa de restrição” é basicamente a incorporação do rodízio como solução para os dois tipos de poluição. Além de ser uma medida irrisória e que tem se demonstrado ineficiente, utilizaram uma medida que já está em prática para um plano ainda a ser implementado. Tudo indica que este plano está sendo maquiado por iniciativas que já vem sendo insistivamente utilizadas, com pouco resultado. #FAIL

Por fim, vários outros capítulos demonstram que, mesmo antes de sancionado, este plano já se demonstra um repeteco da típica política tradicional. Mas também, na altura do campeonato, o que era de se esperar. Afinal, se já está difícil acreditar nas pessoas, o que dizer dos políticos. Nos resta continuar pedalando e esperar o colaspo da cidade. Neste dia, estarei com um sorrisão na cara, pedalando livremente! 

Para ver o Plano completo, clique nos links abaixo:

Anúncios

3 Responses to Prefeitura de SP bate na mesma tecla para solucionar poluição

  1. philsteffen disse:

    parece que os govenantes tem medo de fazer a diferença

  2. Valdson disse:

    Fiquei com preguiça de ler o plano, mas então quer dizer que eles estão fazendo um plano para dizer que uma medida já adotada (o rodídio) é o que será usado para se atingir o objetivo do plano? Ou seja, quando terminarem de fazer o plano ele já estará automaticamente implementado? Eita!!! Não entendi o gráfico, ele mostra 100% pro automóvel mas o eixo vertical só vai até 40% …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: