Compartilhar é bom

Me enfiei em um passeio de barco com quatro horas de duração. O trajeto passava por nove ilhas ao longo da lagoa Mundaú. Na última ilha, com restaurante e piscina, a parada era de duas horas, para dar tempo de curtirmo a vontade.

Família se reuniram nas mesas para almoçar, casais ficaram em volta da piscina namorando e a molecada se divertia na cascata dentro dela. Eu, sozinha, deitei em uma rede e cochilei ao som de uma roda de samba entre amigos que acontecia logo ao lado.

Meia hora depois, despertei com o ronco da barriga. Eu estava com fome. Os pratos do restaurante eram gigantes, para duas pessoa e caros. Não havia a opção de “meia porção” e eu não estava afim de gastar aquela pequena fortuna e ainda deixar muita comida sobrar. Sim, sou pão dura!

Como estava com fome, acabei indo no mais barato e que satisfaria a minha fome tranquilamente: uma porção de macaxeira frita!

Quando ela chegou comecei a devorá-la como se fosse um prato muito saboroso e requintado. Quando eu estava na metade da porção, dois meninos gritaram para mim da piscina. Um sagui se aproximava de olho na minha macaxeira. Perguntei se os moleques queriam dar um pedacinho da macaxeira ao macaquinho e eles, de imediato, saltaram da piscina para alimentar o bicho.

Alegria feita, de ambas a spartes, os meninos ficaram olhando firmes para a minha porção.. Ofereci. Aceitaram prontamente e ainda sentaram na mesa comigo. Terminamos juntos a porção.

Eles me contaram que eram moradores do Pontal da Barra, vilarejo de onde parte o barco, e pegaram carona na embarcação para curtir o sabadão ensolarado na piscina. Eu contei para eles que era jornalista e eles me encheram de perguntas para entender como funcionava essa minha profissão: “mas quanto custa o jornal que você vende???!!!!!”. Por fim, eles concluiram que “deve ser legal ser jornalista, viaja bastante!”.

Nesse bate papo, devoramos a porção de macaxeira. Os moleques estavam mais esfomeados do que eu e, provavelmente, não tinham condições de comprar a porção mais barata do cardápio para eles.

A buzina do barco nos chamou. Voltamos para lá e antes de finalizar o passeio vimos um belíssimo pôr do sol. Nos despedimos. Eles estavam felizes pela tarde na piscina e eu feliz porque tive companhia para bater um papo graças à minha porção de macaxeira! Compartilhar é bom!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: